Centro de Serviços Especializados: +55 71 3503-0110 | +55 19 3833-6868
Sede: +55 11 3961-1000

Grupo NPE mostra força em vários segmentos industriais

Em 2022, o Grupo NPE completa 20 anos de história. Ao longo de todos esses anos, a empresa mostrou a sua força e capacidade em atender vários segmentos, sendo uma parceira estratégica para todos os serviços industriais. Não à toa, o Grupo NPE celebra 5 novos contratos, sempre amparada no compromisso com a excelência em qualidade e segurança.

Em um cliente da área de fertilizantes, em Cubatão (SP), a NPE participa de uma parada com o maior número de pessoas em atividade simultaneamente: 520 colaboradores estão sendo mobilizados para atividades de mecânica, caldeiraria e montagem de andaime, com fornecimento de materiais. “É um número muito expressivo, pois temos que dispor de uma gigantesca infraestrutura para acomodar todo o efetivo. Nesse contexto, utilizamos grande quantidade de containers no canteiro central, com o objetivo de oferecer suporte para as equipes; além de vestiários, banheiros, chuveiros, etc”, afirma o coordenador do contrato, Denis Peixoto.

O tempo de entrega da pré-parada na F.213 é um dos principais desafios do contrato. A NPE precisa montar 60 mil metros lineares de materiais de andaimes até 5 de junho, de um total de 150 mil metros lineares. Em duas semanas, no entanto, a NPE Locações já conseguiu dispor mais de 45 mil metros lineares para a unidade, superando a expectativa do cliente e batendo seu próprio recorde.

Maceió (AL) – Na F.211, uma empresa petroquímica em Maceió (AL), o Grupo NPE irá executar serviços de caldeiraria, como melhorias, notas de manutenção e NR-13 em equipamentos e tubulação; além de substituição de conexões, válvulas e trechos de tubulação, testes, instalação de chapas sobrepostas, entre outros. “O nível de confiabilidade das tubulações da torre de resfriamento e caldeira era crítico, por isso, o coordenador de paradas, Erick Guimarães, destaca o engajamento de toda a equipe, o foco na segurança e a sinergia da NPE com outras empresas envolvidas nas atividades, principalmente com o responsável pela movimentação de carga. “Foram utilizados dois guindastes acima de 200 toneladas, içando peças simultaneamente, como trechos de 12000 mm, com peso aproximado de 2,4 T, em uma altura de aproximadamente 30 metros”, afirma.

São Gonçalo do Amarante (CE) – Em uma siderúrgica em São Gonçalo do Amarante (CE), o contrato é para reforço estrutural das colunas de sustentação das pontes rolantes do pátio de resfriamento e expedição de placas de aço. O maior desafio da equipe é trabalhar ao lado de placas de aço que acabaram de sair do lingotamento contínuo, com temperatura em torno de 400 graus centígrados. Para a atividade ocorrer será necessário um isolamento do local em que a NPE irá atuar.

O gerente da obra, João Maurício de Oliveira, explica: “Esse setor da empresa é responsável pelo resfriamento e embarque de produto acabado, ou seja, uma parada não programada representa um grande prejuízo ao cliente. Por isso, o grande desafio será conciliar a programação de serviços da NPE com a programação de embarque do cliente, sem prejuízo ao bom andamento da obra”, afirma. É a primeira vez que a NPE atende a siderúrgica, que possui grande potencial de contratação de serviços.

Mesmo cliente, dois contratos

Um terceiro contrato é com uma empresa de armazenagem de granéis líquidos, em Suape (PE). A equipe NPE da F. 091.01 irá substituir duas plataformas, que somam 2,5 toneladas, além de realizar a pintura interna de uma área de 2.200 m², relativa a dois tanques da unidade. “As atividades serão realizadas em ambiente confinado, com trabalho em altura, baixa visibilidade e vapores inflamáveis. Por isso, o escopo inclui treinamento dos colaboradores que irão executar o serviço, além de um técnico e observadores de segurança específicos para esse contrato”, afirma o líder do empreendimento, Cid Benedito Santos.

O mesmo cliente, mas na unidade de Aratu (BA), contratou o Grupo NPE para troca de chapas de fundo de 3 tanques, pintura e reparos civis nas bases. Como é uma área com risco de vazamento de produtos químicos, é necessário um monitoramento contínuo da atmosfera do local, com medidores de gases. Além disso, há uma equipe específica para resgate em trabalhos em altura e espaço confinado, bem como um plano de evasão, caso necessário. “É um cliente estratégico para a NPE e essa obra vem consolidar a nossa relação comercial”, afirma o gerente da obra, João Maurício de Oliveira.

Leave a comment